Guarda do Embaú / Palhoça

Você está em: Home > Cidades > Guarda do Embaú / Palhoça > Sobre



Sobre Guarda do Embaú / Palhoça

Vista aérea de Palhoça

Sobre Palhoça

O município mais dinâmico do Brasil

Com aproximadamente 150 mil habitantes (est. IBGE 2013), Palhoça é uma das mais importantes cidades de Santa Catarina. A natureza exuberante que atrai milhares de turistas abriga uma das maiores áreas de mangue da América Latina e grande parte do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, além de praias belíssimas, ilhas paradisíacas, cachoeiras, rios e montanhas – hoje 74% de sua área é de preservação. Em pleno desenvolvimento, o município que possui uma moderna cidade universitária atrai cada vez mais pessoas ávidas por qualidade de vida e em busca de boas perspectivas profissionais.


Igreja Nossa Senhora do Rosário, na Enseada de Brito, Palhoça

Tradição açoriana

Em 1750, cerca de 500 açorianos chegaram à região, fundando o povoado de Enseada do Brito, que preserva até hoje as características arquitetônicas do passado, além de sua Igreja Matriz, que é uma das mais antigas do estado. Tradições açorianas como a Festa do Divino em junho, o folguedo do Boi-de-Mamão e a culinária baseada em frutos do mar ainda são cultivados em Palhoça, apesar de a cidade ter recebido também imigrantes alemães, africanos e italianos ao longo de sua história.


Da indústria ao turismo, uma economia diversificada

Desde a última década, o crescimento industrial vem chamando a atenção na cidade, que hoje atrai investimentos de megaempresas. Palhoça também é responsável por 50% do mercado nacional de maricultura e é um dos maiores pólos de criação de escargots do país, além de possuir um intenso comércio e uma importante produção moveleira. O setor imobiliário ganha cada vez mais destaque com a construção de condomínios fechados de alto padrão. No turismo, as belas praias, principalmente a Guarda do Embaú e a Pinheira, atraem milhares de turistas todos os anos, movimentando a economia local.

A espetacular praia da Guarda do Embaú, Palhoça